Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Despedir o CEO 2

Será que é por isto que querem despedir o CEO da Nokia?



Porque é que o gigante David ia querer comprar uma empresa com vendas em queda e cujo único activo parece ser um sistema operativo para smartphones?

Porque é uma empresa com a Nokia, com produtos tão bons ia querer comprar uma empresa cujos recursos lhe permitiriam desenvolver novas soluções para as necessidades dos seus clientes?

Será mais um exemplo de miopia de marketing?

Será que o homem estava tão focado no produto (e são bons os produtos da Nokia, eu só usei Nokia na última década) que não conseguiu perceber que as necessidades dos clientes parecem estar a mudar, por isso o segmento dos smartphones cresce tanto?

Parece que os accionistas pensam que sim. Parece até que o vão despedir... enquanto a cotação das acções cai a pique.

É natural que caia. A Nokia ainda é líder de vendas, mas é a Apple quem faz mais lucros e os vários fabricantes que usam IOS (Nokia) ou Android (Motorola, HTC, ...) continuam a ganhar quota de mercado, porque o segmento dos smartphones cresce muito mais que o mercado.

E agora ainda vem aí a HP, com o sistema operativo da Palm...

Infelizmente, não se fazem óculos para este tipo de miopia.

Actualização: e o homem foi mesmo despedido. 5 milhões de euros de indeminização e aí vai ele dedicar-se à pesca, a partir de dia 20.
Para o substituir, a Nokia contratou Stephen Elop, o responsável pelo lançamento com sucesso no Office 2010 na Microsoft.

0 comentários: