Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Barcelona

A imagem duma cidade é fundamental para o seu desenvolvimento económico, por várias razões:
  • atrair turistas;
  • atrair empresas;
  • atrair jovens para se fixarem na cidade;
  • bem-estar geral da população;
  • ...
Barcelona é uma cidade que não descuida a sua imagem.
Desde os monumentos históricos, às zonas marítimas.

Em Barcelona tudo é cuidado, com o objectivo de criar uma imagem positiva da cidade.

A limpeza é grande.


Não se vêem pedintes (apesar de a taxa de desemprego ultrapassa os 20%).


A polícia persegue os vendedores ambulantes senegaleses...

Todos os aspectos são aparentemente tratados, para criar a imagem duma cidade agradável, opulenta e segura.

Nas nossas cidades, o que falta fazer para as promover com mais eficácia, para criar uma imagem positiva em todos os visitantes, sejam turistas, sejam gestores / empresários?

Segurança? Limpeza? Ordenamento?

segunda-feira, 23 de maio de 2011

4 estratégias para criar novos negócios

Como facilitar o desenvolvimento de ideias de negócios?
A principal dificuldade dos meus alunos de empreendedorismo reside sempre na identificação de ideias de negócios.
O maior obstáculo para criar a própria empresa, apontado pelos inquiridos nos estudos que tenho feito sobre o assunto, é sempre o mesmo: encontrar ideias de negócios.
Na prática, as pessoas acabam por desenvolver ideias de negócios nas suas áreas de interesse profissional ou de lazer. Ou nas dos seus amigos e contactos.
"Diz-me sobre o que falas com os teus amigos e dir-te-ei a que negócios vais chegar".

O seguinte instrumento pode ajudar a ultrapassar este "bloqueio".


Das duas, uma. Ou se lança um produto novo ou um que já existe.
Ou se vai vender a pessoas que já estão neste mercado, ou para pessoas que não gastavam dinheiro neste mercado.

Daí resultam 4 estratégias alternativas:
  1. Disputar mercado. Criar uma empresa para vender o mesmo que outros, no mesmo mercado. É preciso ser melhor que os outros. Ex: Zynga.
  2. Inovação de produto. Vender um produto novo para substituir um produto que as pessoas compram actualmente. Ex: Carros eléctricos. 
  3. Inovação de mercado. Oferecer um produto já existente, num mercado onde ainda não existe. O franchising funciona nesta base. Abrir um café (produto mais comum em Portugal) num bairro novo, onde ainda não existe nenhum.
  4. Invenção. Oferecer um produto para satisfazer uma necessidade que as pessoas não sabiam que tinham. Google.
Acha que estas 4 alternativas podem tornar mais fácil encontrar a sua ideia de negócio?

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Política de promoções

Porquê fazer promoções?
(por promoções entende-se aqui uma redução temporária no preço dum produto, ou a oferta de alguma vantagem extra na compra desse produto, como o aumento da quantidade da embalagem, ou a oferta de outro produto)

As lojas online precisam fazer promoções, ou isso é exclusivo das lojas de betão e vidro?

Para obter respostas a estas perguntas, vale a pena consultar algumas das principais lojas online (Amazon, Zappos, FNAC, Worten, ...).

É fácil verificar que estas grandes lojas online utilizam diversas formas de promoções de vendas, com mais frequência ainda do que o comércio offline.

Todos os dias há produtos com preços mais baixos, só nesse dia.
Depois há as promoções temáticas, quando todos os produtos relacionados com aquele tema beneficiam dum preço mais baixo.
Têm ainda as promoções ligadas a animações sazonais (dia da mãe, dia dos namorados,...)

O que acontece é que as grandes lojas online apostam nas promoções de vendas para conseguir aquilo que é o grande objectivo deste instrumento: provocar a urgência na compra!
Tem de comprar agora, porque depois o preço sobe!



Este é o argumento por detrás de qualquer promoção de vendas.

E a sua loja? Também faz promoções de vendas?

segunda-feira, 16 de maio de 2011

3 lições algarvias para o comércio electrónico

Como uma experiência no Algarve pode ajudar qualquer loja online.

No passado dia 13 fui até à universidade Algarve fazer uma apresentação do último livro, sobre comércio e distribuição.

Um dos temas do livro é o comércio electrónico, pelo que a organização da Universidade (desde já, os meus agradecimentos ao Hugo Barros) propôs complementar a minha intervenção com um orador local, empreendedor que criou uma loja online: a Mercearia Bio.
MerceariaBio / Organic Grocery

A Mercearia Bio é uma loja online especializada em produtos alimentares biológicos.

É uma experiência muito interessante, da qual retiro as seguintes lições, que me parecem válidas para o comércio online em geral:
  1. É preciso mostrar confiança no cliente, para poder ganhar a confiança dele;
  2. O tempo é escasso na gestão duma loja online;
  3. Ganhar visibilidade é o factor crítico para o sucesso duma loja online.
Numa loja online não existe prova física, nem contacto pessoal, que permita ganhar a confiança do cliente. Sem confiança, o cliente não vai dar dinheiro a uma loja virtual, onde não conhece ninguém e que não tem existência física.
A Zappos ganha a confiança das clientes garantindo-lhes a possibilidade de devolução dos sapatos e devolvendo todos os custos (incluindo os portes).
A Mercearia Bio tenta conquistar essa confiança enviando os produtos "à confiança" e só depois o cliente paga por transferência. Sem valor mínimo para encomenda e sem portes (no Algarve).
Confia no cliente para ganhar a sua confiança!

A Mercearia Bio gostaria de desenvolver outras actividades de promoção, mas a gestão das compras, das encomendas, das rotas de distribuição, da facturação, das cobranças,... a gestão da loja consome tanto tempo, que não conseguem chegar a toda a parte.
Mesmo assim, a loja está muito bem organizada. O cliente pode comprar um quilo de tomates, ou um tomate. Visitem a loja para explorar.

Finalmente, a outra queixa que apresentam é a dificuldade de ganhar visibilidade. Uma loja online está aberta 24/7, mas ninguém sabe que ela está aberta. É preciso atrair tráfego. É preciso visibilidade.
Teriam muito a ganhar, nesta área, em montar um blogue sobre as vantagens e as novidades dos produtos biológicos. O marketing duma loja destas deve ser em grande parte "educativo".
Também podiam usar as redes sociais melhor (onde está o botão like do Facebook, junto a cada produto da loja?).

São lições interessantes desta loja Algarvia.

Depois de visitarem a loja, têm mais alguma conclusão a sugerir?

terça-feira, 3 de maio de 2011

3 sugestões para criar animações no comércio online

É conhecida a importância das animações para o sucesso de qualquer loja.São as animações que, muitas vezes, ajudam a convencer os novos clientes a entrar na loja pela primeira vez.
São as animações que podem fazer os clientes voltar à loja.
São as animações que podem levar os clientes a experimentar novos produtos.

Por isso o comércio de betão e vidro, ou offline, desenvolveu tantas formas de animação, entre outras:
  • concursos e sorteios;
  • festas ou actividades festivas, como música ao vivo, actividades desportivas na loja (ou parque de estacionamento) ou decorações alusivas às muitas ocasiões (Natal, Páscoa, dia da mãe, dia dos namorados, halloween, ...)
  • promoções de vendas, do tipo "leve 3 pague 2, só hoje";
  • demonstrações de novos produtos ou serviços, tipo Degustações e Aplicação gratuita de produtos;
  • ...
O papel dos "dias" (da mãe, do pai, dos namorados, de Stº António, de...) tem assumido particular importância na animação das lojas offline.


E nas lojas online?

Será mais difícil ou mais fácil montar animações numa loja online?

Para além de ser óbvio organizar as mesmas animações para o Natal, o dia da mãe, o dia do trabalhador,... uma loja online precisa ainda mais de montar novas animações com frequência.

Para além de precisar, a loja online tem também mais ferramentas à sua disposição para montar essas animações. Ferramentas que a tecnologia lhe disponibiliza.

Por esse motivo, o capítulo 6 aborda, entre outros assuntos, as melhores formas de organizar animações para uma loja online.

Como, por exemplo:
  1. as promoções de produtos na página de entrada;
  2. a organização de concursos, usando o twitter e/ou o facebook;
  3. a contribuição para instituições de solidariedade social, durante períodos específicos;...
Outras sugestões?