Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Os jornais morreram?

A indústria dos jornais publicados em papel passa por grandes transformações, desde que os sites noticiosos e as próprias redes sociais (sobretudo o Twitter e o Facebook) se tornaram fontes privilegiadas de notícias.

Para quê esperar pela manhã do próximo dia, se posso saber o que está a acontecer no mundo ?

Uma das consequências dessas mudanças (combinadas com a evolução da tecnologia usada para fazer os próprios jornais) está na evolução do emprego.

O gráfico que se segue mostra como o emprego nesta indústria nos EUA desceu abruptamente desde 88, chegando agora aos níveis do final da II guerra.




CHART OF THE DAY: The End Of Newspapers

Haverá ainda futuro nesta indústria?

O lançamento de novos jornais, como aconteceu em Portugal nos últimos tempos, parece indicar que sim.

No entanto, tudo é diferente nesta indústria e os jornais que vão sobreviver serão aqueles que conseguirem reinventar-se continuamente, para competir com a web 2.0.

Tempos interessantes aqueles em que vivemos.

2 comentários:

Vitor disse...

Bom dia,

Creio que não será o fim dos jornais. O nível de decréscimo de emprego na area é similar ao decréscimo de emprego em outras actividades profissionais.As novas tecnologias, sejam elas quais forem vêm no meu entender complementar aquilo que se faz no papel, a exemplo do que aconteceu com o nascimento da rádio e da televisão. Termos sim mais e melhor informação que nos chegará a nós de maneira mais diversificada. Parece-me que no entanto a forma como se fazem jornais e notícias nos títulos impressos é que tem de mudar. De facto, os jornais e as notícias com que nos deparamos todos os dias na imprensa escrita é um retrato fiel do deja-vu dos notíciários do dia anterior. Aí sim é necessária uma mudança.

Cumprimentos

DS disse...

Newspapers will change to web platform. Some innovated, others not.