Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Investir em I&D não garante inovação

Gastar muito dinheiro em I&D não garante que se vão obter melhores resultados.

Não basta o dinheiro, é preciso talento.

Claro que ter dinheiro ajuda a recrutar talento, mas não resolve tudo.

Veja-se o próximo gráfico:


A Microsoft gasta muito mais dinheiro que a Apple ou a Google (seja em dólares, seja em percentagem das vendas) e, no entanto, estas conseguiram revolucionar na última década diversas indústrias (da música, às telecomunicações, à gestão da informação online,...), lançando diversos produtos revolucionários (iPod, iPhone, Google - motor de busca, Gmail, ...), enquanto a MS pouco ou nada tem para mostrar no mesmo período.

Sabendo a importância que a inovação tem para as novas empresas e para o empreendedorismo e sabendo que as startups têm menos dinheiro que as empresas incumbentes, como se pode direccionar os fundos destinados à I&D para obter os melhores resultados?

Têm sugestões?

4 comentários:

Márcio Azevedo disse...

Isso não é bem verdade, a Microsoft não apresentou mtos produtos inovadores, mas no entanto a sua I&D foi direccionada para o melhoramento dos seus produtos, como o Windows 7, Office 2010 e o novo Hotmail, entre outros. No entanto está-se a esquecer dum produto que promete revolucionar o mercado, o projecto Natal.

Ivan disse...

Boa tarde,

Quanto à parte final do post, aproveito para deixar aqui o link para um post:

http://techcrunch.com/2010/06/05/startups-poverty-is-underrated-be-glad-that-you’re-not-rich/

Quanto ao projecto Natal, não sei se estou a dizer asneira, mas penso que a Microsoft apresentou ontem no E3 o Natal com outro nome, Kinetic:

http://www.youtube.com/watch?v=wRKSCV07KHw

Como deixei de usar produtos microsoft há alguns anos, não sei como andam as coisas, mas disseram-me esta semana que o Office online está melhor que o Google Docs em certas coisas, como por exemplo importar ficheiros e manter a estrutura.

Ivan Cunha

http://www.curiosidade.pt/

Fernando Gaspar disse...

Tem razão Ivan, o projecto Natal foi anunciado esta semana, vai ter o nome kinetic e não é nenhuma revolução, Márcio, é uma cópia da wii.
No fundo, o Márcio reforçou o ponto principal deste post: a MS gastou muito dinheiro em I&D, mas para tentar melhorar os seus produtos.
Miopia de marketing, porque o mercado mudou e os produtos da MS, mesmo melhorados, já não são resposta para muita gente.

Agência disse...

O I&D deve ser sempre feito em profunda ligação com as Universidades. As margens de risco numa universidade são mto maiores do que numa unidade de investigação de uma grande empresa, logo os resultados poderão tendencialmente ser melhores e mais inovadores.